Pular para o conteúdo

Como mudar de profissão: a importância de se planejar e as melhores práticas

14 de setembro de 2020

Saber como mudar de profissão é algo muito importante se você está planejando novos horizontes para a sua carreira. Afinal, o momento dessa decisão é cercado de muitas dúvidas e receios, pois envolve uma grande responsabilidade. A boa notícia é que é possível mudar de emprego e ter uma carreira bem-sucedida, desde que haja muita análise e planejamento.




Saber como mudar de profissão é algo muito importante se você está planejando novos horizontes para a sua carreira. Afinal, o momento dessa decisão é cercado de muitas dúvidas e receios, pois envolve uma grande responsabilidade.

A boa notícia é que é possível mudar de emprego e ter uma carreira bem-sucedida, desde que haja muita análise e planejamento.

Se você está nesse impasse, veio ao lugar certo. Neste post, vamos mostrar o que você deve considerar ao decidir mudar o eixo profissional e como você pode se programar para essa transição. Acompanhe e saiba mais!

O que considerar ao optar por uma mudança de carreira? 

insatisfação com a área profissional pode trazer graves consequências para o seu bem-estar e para a sua vida pessoal. Por isso, buscar maneiras de fazer com que os seus objetivos pessoais sejam alcançados é fundamental para se sentir mais confiante, ter mais qualidade de vida e conquistar a realização.

A primeira coisa que você precisa ter em mente é que mudanças são complicadas, mas isso não significa que são impossíveis ou que não darão certo. Inclusive, quando você cria um bom plano para mudar de emprego, as chances de que as coisas saiam de acordo com o esperado são maiores.

Para saber se está na hora certa de trocar de profissão, é importante analisar 2 principais fatores. Entenda mais!

Fatores motivadores

É importante reunir o que está motivando você a tomar essa decisão nesse momento de sua vida. Fazer uma lista de prós e contras, nessa hora, é fundamental para identificar o que está gerando insatisfação ou dificultando sua mudança de profissão.

Alguns dos principais fatores que movem as pessoas a ir em busca de uma nova carreira são:

  1. desmotivação — perceba se você está há um bom tempo sem coragem de ir trabalhar, com pouco ânimo para realizar as atividades, com dificuldade para se levantar da cama e para ir ao local de trabalho (principalmente nas segundas-feiras), entre outros aspectos;
  2. monotonia — o seu dia a dia está sendo muito repetitivo? Faz muito tempo que você exerce a mesma atividade no ambiente de trabalho? Essas questões são importantes para avaliar se a falta de variedade no emprego traz desconforto a você;
  3. problemas com a empresa — seja com a filosofia do local onde você trabalha, com os colegas ou com os líderes, desentendimentos e situações desagradáveis constantes são bons fatores para ir em busca de um novo rumo profissional;
  4. falta de perspectiva — se você notou que não está onde sempre sonhou e não consegue se ver saindo desse estado se continuar nessa profissão, esse é outro indício para embarcar em uma mudança;
  5. baixo salário ou reconhecimento — querer uma remuneração ou um reconhecimento (seja social ou profissional) maior não é errado e, muitas vezes, procurar outra profissão é necessário para alcançar esse objetivo.

Planejamento financeiro

Também é importante considerar as suas finanças pessoais. Projetar quanto tempo você levaria para fazer essa transição profissional, quanto você precisaria ter de reserva, qual o período que esse valor duraria, entre outras questões, precisam ser bem pensadas para que você não tenha dificuldades com a falta de dinheiro.

Dessa maneira, faça as contas de qual é o seu custo de vida. Em seguida, pense em quantos meses você ficaria sem receber se saísse neste exato momento do seu emprego e partisse para uma nova jornada profissional.

A partir disso, multiplique o seu custo de vida pelos meses de transição de carreira. Esse é o valor mínimo que você precisa ter em sua reserva financeira. Caso ainda não tenha essa quantia, planeje quanto tempo levaria até conquistá-la. O recomendado é abrir mão de seu emprego atual apenas quando tiver um planejamento financeiro bem construído.

Além disso, considere que imprevistos podem acontecer e que é importante se preparar para eles. Vale a pena também evitar gastos excessivos e desnecessários nessa fase, até que você tenha estabilidade financeira na nova carreira.

Como se programar para mudar de profissão?

Tendo esses fatores em vista, chegou a hora de saber, de fato, como mudar de profissão e ter mais chances de sucesso nessa conquista. A seguir, confira algumas maneiras de pensar nessa transição e procurar um emprego com o qual você se identifique mais!

Busque uma nova graduação

Muitas vezes, mudar de profissão envolve também buscar uma nova graduação. Fazer outro curso, mesmo depois de uma certa idade, é algo natural; e não tem problema algum decidir depois o que você realmente quer fazer profissionalmente para se sentir realizado. Por isso, se esse for o caso, não deixe de procurar por um curso que tenha mais a ver com você.

Se você está satisfeito com a sua formação, mas gostaria de um aperfeiçoamento profissional para desempenhar as novas atividades desejadas, uma pós-graduação, um curso técnico ou até mesmo um curso de idioma podem ser opções mais indicadas.

Faça uma pesquisa de mercado

Saber como se destacar profissionalmente é fundamental para conquistar a vaga de emprego desejada. Para isso, nada melhor que avaliar o estado do mercado e saber o que as empresas de seu interesse esperam de seus funcionários.

Por isso, faça pesquisas de mercado para a área em que você deseja ingressar, converse com pessoas que estão inseridas no setor e entenda quais são as habilidades necessárias para obter sucesso e superar os desafios dessa carreira.

Não desista no primeiro não

Realizar os seus sonhos nem sempre requer tarefas fáceis, mas a persistência é importante. Pode ser que você não conquiste a vaga esperada na primeira tentativa, mas é necessário continuar seguindo os seus objetivos, sem desistir ao ouvir o primeiro “não”.

É necessário analisar a situação de uma maneira realista, pois um ou mais retornos negativos não significam que todas as suas tentativas darão errado. Além disso, para se superar a cada entrevista, identifique os erros cometidos, veja se é necessário se especializar mais e continue correndo atrás de suas metas.

Construa e alimente uma base de contatos

Um bom networking é outra grande vantagem para mudar de carreira. Conhecer pessoas engajadas e que podem ajudar você com oportunidades profissionais é uma maneira de se sentir mais confiante a embarcar nessa aventura.

Viu só como mudar de profissão, apesar de ser desafiador, não é algo impossível? A transição, contudo, envolve um tempo de reflexão, estudo das possibilidades e preparação para evitar prejuízos na sua carreira e garantir que o seu bem-estar não seja afetado durante esse período.

Comentários

Comentários